O Grupo Desvio foi criado em 2001 na cidade de Brasília com o objetivo de investigar, experimentar e apresentar projetos teatrais com foco no processo criativo do ator. A partir de 2008 o grupo começa a se apropriar de novas tecnologias e poéticas audiovisuais para potencializar o discurso do ator. Em 2016, a interdisciplinaridade começa a atravessar as pesquisas do grupo que começa a criar obras para galerias, museus, espaços urbanos e salas de cinema .Criado pelo diretor Rodrigo Fischer, o grupo produziu nove projetos: Pequena Existência, uma disputa de merda (2002), Beckett às Avessas (2004), Eutro – Tequila à Luz de Velas (2007), EUTRO (2008), Freak Rehearsal (2013), Misanthrofreak (2014); Os Fracassados (2015); Carnavalização de um homem só (2017) e A sombra dos outros (2018).

Os trabalhos foram apresentados nas principais capitais brasileiras e conquistaram espectadores em mais sete países: França, Estados Unidos, Espanha, Alemanha, Geórgia, Bielorrússia e Estônia. O Grupo realizou projetos apoiado por importantes instituições como Caixa Cultural, Programa Petrobras Cultural, Funarte e Secretaria de Cultura do Distrito Federal.

Atualmente o grupo mantém três projetos em repertório:  Os Fracassados, com César Lignelli, Fernando Gutiérrez, Gil Roberto e Márcio Minervinno, dirigido por Rodrigo Fischer; Misanthrofreak, um solo de Rodrigo Fischer e A sombra dos outros, projeto interdisciplinar.

Portfolio